Tag Archives: Arnaldo Jardim

09.09.2013 – ANAGEA participa da “Frente Parlamentar Ambiental” e reúne-se com deputado federal Arnaldo Jardim, relator do PL 2664/11

Gérson Eli Fernandes (Tesoureiro), João Paulo Rodrigues (Dir. Comunicação e Imprensa), Alexandre Robim (Presidente ANAGEA) e deputado federal Arnaldo Jardim (PPS/SP)
Gérson Eli Fernandes (Tesoureiro), João Paulo Rodrigues (Dir. Comunicação e Imprensa), Alexandre Robim (Presidente ANAGEA) e deputado federal Arnaldo Jardim (PPS/SP)

No dia 9 de setembro de 2013, o deputado federal Arnaldo Jardim (PPS/SP), participou da sessão da “Frente Parlamentar Ambiental”, em Sorocaba, interior de São Paulo. O projeto, de iniciativa do vereador Jessé Lourdes, do PV, também Gestor Ambiental e membro da ANAGEA, visa discutir e fomentar ações de mitigação de impactos ambientais nas cidades da região em questões relativas a mobilidade urbana, preservação de áreas verdes e educação ambiental.
Arnaldo Jardim é relator da Lei 12.305, de 2 de agosto de 2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS, e também autor da projeto de lei 2664/11, que trata da regulamentação da profissão de Gestão Ambiental.
Mais de 30 Câmaras Municipais estiveram representadas no encontro, que contou com a presença de vereadores de toda a região e de pesquisadores das universidades Uniso, Unesp, UFSCar, PUC e Unip, que dão suporte técnico-científico a essa frente.

Arnaldo Jardim discorreu com muita propriedade sobre a PNRS, demonstrando os dados atuais relativos ao tema como a situação dos lixões e aterros sanitários no Brasil, da reciclagem de latas de alumínio e embalagens de agrotóxicos, do porque a Educação Ambiental, apesar de Lei, ainda não é rigidamente colocada em prática nas escolas e a política da logística reversa, onde o fabricante e revendedor dividem a responsabilidade do descarte adequado dos produtos juntamente ao consumidor.
Na ocasião tivemos a oportunidade de conversar com o deputado sobre o PL 2664/11, e os próximos passos que a ANAGEA pretende tomar para que o PL seja aprovado na comissão, assim como parabenizou a iniciativa do abaixo assinado que já conta com mais de 10 mil assinaturas e reinterou a importância da participação de todos os gestores ambientais do Brasil nesse processo de regulamentação.