Category Archives: Comunicados

27.01.2013 – Nota de pesar

Em nome de todos os integrantes da Associação Nacional dos Gestores Ambientais, ANAGEA, manifestamos nosso profundo pesar pela tragédia ocorrida no dia 27 de janeiro, no que diz respeito ao falecimento de acadêmicos do curso do Centro de Ciências Rurais — Agronomia, Medicina Veterinária e Tecnologia dos Alimentos da Universidade Federal de Santa Maria – UFSM.

Como Associação que tem como objetivo representar estudantes e egressos de universidades, nos solidarizamos com os familiares das vítimas neste momento de dor, juntamente com todo o povo brasileiro.

Equipe ANAGEA

26.12.2012 – Palavra do Presidente

AlexandreRobimPrezados (as) Profissionais

O ano de 2012 aproxima-se de seu término. Graças a inúmeros esforços, foi um período de resultados significativos que representam a grandeza e a relevância da profissão Gestor Ambiental.
Isso concede ainda mais responsabilidades em dar continuidade a missão da Associação, atuando com eficácia na orientação, valorização e aperfeiçoamento do exercício profissional.

Aproveito a oportunidade para destacar algumas metas que foram consolidadas:
Ministramos diversas palestras, participamos de eventos e também nos mobilizamos para uma maior integração com as Instituições de Ensino e com a sociedade. Além disso, buscamos um melhor aparelhamento físico e administrativo, assistência gerencial e organizacional visando sempre o melhor atendimento ao profissional.
Entendemos que estas iniciativas são fundamentais para fortalecer a Associação e possibilitar ainda mais conquistas para os Gestores Ambientais.
Após a protocolização do PL2664/2011, que trata da Regulamentação da Profissão do Gestor Ambiental, com o intuito de envolver toda a classe de estudantes e profissionais, criamos uma petição pública para coleta de assinaturas que visa mostrar ao Poder Público o envolvimento da classe e a quantidade de profissionais que serão beneficiados com esta proposta.
Graças a você, o PL já conta com mais de 7.700 assinaturas! Neste vindouro ano, precisamos aumentar o número de assinaturas e apresentar a proposta oficialmente aos que nos representam, dando continuidade ao projeto fazendo com que seja aprovado o mais rápido possível.
Foi um ano de eleições municipais, o que fez com que os nossos representantes dedicassem seus esforços a seus respectivos mandatos e partidos.
Mesmo sem a regulamentação da profissão, alguns resultados de nossa luta já têm aparecido.
Recentemente o “Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais  – IBAMA” e também o “Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes – DNIT” abriram editais de concurso público e o Gestor Ambiental está entre os profissionais que podem ocupar os cargos solicitados. Coisa que não acontecia anteriormente.
São sinais de que estamos no caminho certo, mas isso é apenas o começo. Muito ainda precisa ser feito e a ANAGEA continuará em busca de nossos objetivos em comum.
Em 2012 fundamos importantes regionais, como a do Estado da Bahia e do Acre, mais especificamente na cidade de Xapuri, terra onde nasceu Chico Mendes.
Existem em diversos Estados da Federação, novas fomentações e mobilizações para fundação de regionais da ANAGEA. Em 2013 muitas delas serão concretizadas.
Sabemos que novos desafios nos aguardam. Por conta disso, é importante a sua participação comentando as matérias publicadas no site da Associação e também nas redes sociais como o Facebook e Twitter.
Quero parabenizar a todos os profissionais Gestores Ambientais no que tange aos esforços despendidos em prol da profissão. Aproveito ainda para solicitar a você, caro Gestor (a) Ambiental, que conclua seu cadastro associativo. Venha compor nosso quadro de associados e contribuir para a efetivação da profissão. Afinal, a união é a fórmula para o sucesso!
Por fim, quero agradecer o apoio, a colaboração e o comprometimento de todos os nossos parceiros e colaboradores que nos ajudam a cumprir as metas e compromissos assumidos no início desta gestão, e que tornam a ANAGEA uma instituição cada dia mais séria, transparente e comprometida com os valores e ideais da sociedade como um todo.
A você, meus sinceros votos de um Ano Novo repleto de conquistas e realizações!

Um forte abraço,
Alexandre Robim – Presidente ANAGEA
Gestão 2009/2012

16.03.2012 – Aziz Nacib Ab’Saber, um sábio brasileiro

Geógrafo Aziz Nacib Ab’Saber morre aos 87 anos,  na manhã de 16 de março de 2012, e deixa um legado com mais de 300 trabalhos acadêmicos.

Aziz Saber ladeado pelos gestores ambientais Hugo D'angelo, Alexandre Robim, João Paulo
Aziz Saber ladeado pelos gestores ambientais Hugo D’angelo, Alexandre Robim, João Paulo

Considerado referência em assuntos relacionados ao meio ambiente e a impactos ambientais decorrentes das atividades humanas, foi um cientista polivalente, laureado com as mais altas honrarias científicas em arqueologia, geologia e ecologia. Dentre suas ocupações e reconhecimento, destacam-se o de Membro Honorário da Sociedade de Arqueologia Brasileira, Prêmio Internacional de Ecologia em 1998 e Prêmio Unesco para Ciência e Meio Ambiente. Era Professor Emérito da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo – USP – e foi Presidente de Honra da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC. Desde 1988, integrava o Instituto de Estudos Avançados – IEA – da Universidade de São Paulo, onde recebeu o título de professor honorário.
É autor de diversos livros, entre eles, “Amazônia: do discurso à práxis”, no qual alia uma visão global das políticas que nortearam a exploração da região, responsáveis por uma catástrofe dos pontos de vista econômico, ecológico e humano, e “São Paulo: Ensaios, Entreveros”, que reúne os principais escritos do geógrafo sobre São Paulo, no período que vai de 1956 até o início do século 21.
Tivemos o imenso prazer de conhecê-lo, em 2008, quando o trouxemos, juntamente com o Centro Acadêmico da UNISO e UNESP, para uma palestra na Semana do Meio Ambiente.
De fala mansa, mas incisiva, Aziz era um sábio.  De visão extremamente abrangente, via o mundo de uma forma inspiradora, lúcida e a frente do seu tempo. Nesta época nefasta, onde interesses pessoais sobrepujam os da maioria, em plena discussão sobre as alterações propostas por neófitos aoCódigo Florestal Brasileiro, Aziz propunha que o atual código transformar-se-á num “Código da Biodiversidade”, fazendo jus assim a imensa biodiversidade encontrada nas superfícies brasileiras.
Numa esclarecedora carta sobre o assunto
,  Aziz dizia que “(…) qualquer tentativa de mudança no “Código Florestal” tem que ser conduzido por pessoas competentes e bioeticamente sensíveis. Pressionar por uma liberação ampla dos processos de desmatamento significa desconhecer a progressividade de cenários bióticos, a diferentes espaços de tempo futuro, favorecendo de modo simplório e ignorante os desejos patrimoniais de classes sociais que só pensam em seus interesses pessoais, no contexto de um país dotado de grandes desigualdades sociais.(…)
Dizia também que os profissionais de hoje se isolam em seu próprio conhecimento. Não há interatividade entre as profissões. Aziz defendia que as disciplinas deveriam interagir entre si. Nenhum profissional é obrigado a saber tudo. Sozinho, qualquer sonho nada mais é do que um castelo de areia. Mas, com o auxílio de especialistas de outras áreas do conhecimento, os trabalhos dignificam-se.
Era uma das maiores celebridades nos meios científicos e acadêmicos. Por onde passava, alunos e professores se aproximavam para conversar e tirar fotografias.
Aziz morreu mas suas ideias e ideais permanecem eternos. Deixa como maior ensinamento a humanidade um legado a ser seguido. Obrigado por tudo, Aziz!

João Paulo Rodrigues
Gestor Ambiental e Jornalista – Mtb
0065988/SP

22.03.2011 – ANAGEA elege nova diretoria

Alexandre Robim, Presidente da ANAGEA

No mês de janeiro de 2011 foi eleita a nova diretoria da ANAGEA para o próximo triênio. A nova diretoria assume com a responsabilidade em dar continuidade nos projetos de inserção, defesa e apresentação dos GAs com o objetivo primordial de expandir a atuação da Associação em todo o Brasil.
O novo presidente, o GA Alexandre Robim, fala sobre a importância da participação dos gestores ambientais na discussão dos assuntos pertinentes a classe: “A nova diretoria terá como objetivo expandir a ANAGEA nos estados através da criação das regionais, fazendo com que as informações do que ocorre hoje em relação a regulamentação da profissão, conselhos de classe e CBO possam chegar aos GAs em todo o Brasil e que a ANAGEA passe a ser o fórum de discussão e apresentação de idéias na busca da solução destas questões. A necessidade de ampliar a participação dos gestores ambientais de todas as localidades do País se faz urgente e necessária. Por isso, aproveitamos para convidar os gestores ambientais a se associarem, reunir seus colegas e levar a ANAGEA para a sua região.” finalizou Alexandre.

A nova diretoria é composta por:

Alexandre Robim – Presidente
Minoru Furuya – Vice-presidente
Hugo D’angelo – 1º secretário
Zoroastro Júnior – 2º secretário
Gerson Eli Fernandes – 1º tesoureiro
João Paulo Rodrigues – 2º tesoureiro
José Maurício – Conselho Deliberativo e Fiscal
Rodolfo Picalho – Conselho Deliberativo e Fiscal
Felipe Gonçalves – Conselho Deliberativo e Fiscal
Raquel Moraes Costa Pereira – Conselho Deliberativo e Fiscal
Juliano Cucollo – Conselho Deliberativo e Fiscal
João Paulo Rodrigues – Diretor de Comunicação e Imprensa

05.11.2010 – Comunicado

——————————————
Tendo em vista compromissos profissionais assumidos, nosso presidente Leo Urbini solicitou dispensa das funções de Presidente da ANAGEA para se dedicar a novas atividades, desde o dia 17 de outubro de 2010.
Sendo assim, a diretoria executiva aprovou e publicou nesta data, desejando sucesso ao nosso companheiro nesse desafio.
Att.
Alexandre Robim
1º Vice Presidente
Hugo D’ Angelo
1º Secretario
João Paulo Rodrigues
Diretor de Comunicação e Imprensa

23.06.2010 – Prêmio Técnico e Tecnológico Empreendedor 2010

Este prêmio lançado em 2002 visa estimular, reconhecer, premiar e divulgar as atividades de empreendedorismo e cooperativismo desenvolvidas pelos alunos dos cursos técnicos das Instituições de Educação Profissional e Tecnológica.

Essas práticas empreendedoras e cooperativistas se caracterizam como soluções técnicas e tecnológicas com possibilidade de se transformar em “negócio” executável pelos alunos, apresentadas em um Projeto, sob a orientação de um professor e que comprovadamente contribuam com o processo de desenvolvimento sócio-econômico de suas comunidades.

O prêmio é fruto de uma parceira entre o Ministério da Educação – MEC, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE.

19.06.2010 – ANAGEA solidariza-se com brasileiros do nordeste afetados por desastre ambiental

Através desta nota, a ANAGEA solidariza-se com brasileiros da região nordeste do Brasil e conclama todos os gestores ambientais a desencadear campanha em favor dos desabrigados e necessitados da região.

Entretanto, não nos esquivamos de tecer algumas críticas ao modelo de Estado presente em todo território nacional. Não temos Estado, temos governantes que passam, assim como os rios ou chuvas que, sistematicamente, têm demonstrado seu poder de destruição, deixando para trás, pessoas desamparadas materialmente e emocionalmente.

O novo modelo de dominação política, o “neocoronelismo” deve ser combatido por todos os gestores ambientais, devemos exigir políticas públicas eficazes para equacionar os problemas apresentados em qualquer situação. Devemos exigir que todos os municípios tenham uma defesa civil atuante não apenas para fazer o “rescaldo”. Qualquer sociedade evoluída deve contar com uma defesa civil profissional e com gestores capazes de identificar e solucionar  situações de risco sócio-ambiental.

Aos nossos irmãos do nordeste, nossa esperança de que o auxílio emergencial chegue em tempo de reduzir a carência material e, tenham certeza de que estaremos juntos com vocês para que não tenham que passar novamente por situações como essa.

Vamos juntos, construir um Brasil para todos os brasileiros.

Léo Urbini
ANAGEA

11.11.2009 – Assembleia geral da ANAGEA

A ANAGEA convoca para a assembléia geral todos os associados com inscrição anterior a 29 de maio de 2009 para a discussão e aprovação da reforma estatutaria e antecipação da eleição por aclamação da diretoria e conselho fiscal.

Data: 29 de novembro de 2009 – dás 9h às 13h.

Local: Associação de Cooperação dos Aposentados e Pensionistas da Sorocabana (ACAPS).

Endereço: Rua Souza Pereira, 575 – Centro – Sorocaba.

Att.
Leo Urbini – Presidente ANAGEA
Hugo De Angelo – 1º Secretario ANAGEA
João Paulo Rodrigues – Diretor de Comunicação e Imprensa ANAGEA

22.08.2009 – Comunicado Oficial

anagea-logo1Prezados Senhores e Senhoras
Membros da ANAGEA

Mais uma vez reporto-me aos membros da ANAGEA como representante legal. Para mim é uma honra ocupar tal posição. Seis meses se passaram desde minha solicitação de licença para tratar de assuntos pessoais e, nesse período, muito a associação evoluiu.
Como declarei em minha fala de reassunção, estive licenciado mas não alheio aos interesses da ANAGEA nem dos G’As, estive afastado do cargo de Presidente mas nunca deixei de ser membro atuante desta associação, das causas que ela defende e de seus princípios éticos e morais. O debate é inerente em qualquer relação humana e assim continuará pelo resto de nossa existência como seres humanos. Admiro aqueles que se dedicam, seja por interesse pessoal ou coletivo na defesa de qualquer posição, afinal, antes de ser coletivo todo interesse é pessoal, não estaria aqui nesse momento se esta causa não me representasse satisfação , as conquistas do coletivo representam para mim uma vitória pessoal.
Neste ano e meio de existência, de lutas e aprendizado evoluímos individualmente e, por conseguinte, como membros de uma associação, também coletivamente. Hoje, a ANAGEA tem um corpo maduro, coeso e ciente de suas obrigações e responsabilidades para com aqueles que representa. Não nos dedicamos a este trabalho por acaso, a conjuntura mundial e, particularmente a brasileira, exige nosso empenho.
O processo de amadurecimento é doloroso, o debate, muitas vezes pode transformar-se em frustração pela falta de hábito ou costume de acomodar interesses de uma maioria.
e assim acontece também com as “coisas” do meio ambiente, causa que por fim defendemos. Ideia ou sistema?
Não temos o direito de confundir o que defendemos, antes de tudo temos um dever para com o profissional de Gestão Ambiental, com as expectativas daqueles que ainda se encontram na academia e mesmo com aqueles que já desistiram do “meio ambiente”.por ausência de outras ANAGEAs .
Esse meu retorno, longe de representar alteração de rota, representa a solidificação das conquistas institucionais abrilhantadas pelo empenho de cada um dos diretores. O processo de institucionalização deve ocorrer, afinal a ANAGEAé uma Instituição e não extensão de nossos interesses pessoais ou nosso extinto que ao longo dessa jornada fomos dilapidando. Temos , hoje, membros mais maduros do que quando começamos, eu mesmo muito aprendi e agradeço a cada um de vocês que, nesse momento, lêem essa carta. A ANAGEA deve adotar uma atitude profissional, um método de trabalho e um rigoroso processo de sistematização para que seu alcance seja maior e de crédito. Cada diretoria deve ter uma maior autonomia dentro dos princípios institucionais. Quando falo como membro da ANAGEA falo por ela e por meio dela, portanto, a ANAGEA deve ser nosso princípio e fim e, nesse tocante, o processo que iniciaremos nesta segunda fase ira trazer benefícios a todos, visto que nosso interesse é a instituição.
Sei que conto com o apoio de todos. Alguns, sequer votam, mas nem por isso deixaram de estar presentes em cada reunião, em cada esquina, em cada viagem ou pedágio. A ANAGEA não é apenas o Presidente, é cada membro que há um ano e meio vem colaborando e participando, cada universidade que nos apóia, cada associado que confia em nossos princípios e ética.
Por fim, antes de propagar uma idéia de modo consistente, deve sistematizar essas idéias , não há idéia frouxa, isolada, uma idéia é um conjunto de princípios articulados, muitas linhas de raciocínio que estamos transformando em corda
forte.

leourbiniEssa é a ANAGEA, conhecida em todo Brasil desde sua primeira reunião de intenção, graças a preocupação com a transparência e publicidade sempre presente em seus procedimentos e isso de forma nenhuma a torna frágil, pelo contrário.
Conto com todos vocês nessa jornada como sempre contei.

Atenciosamente
Léo Urbini
Presidente ANAGEA

21.04.2009 – Publicação Oficial 001/2009

Atendendo a pedido, fica aprovada pela diretoria executiva em reunião extraordinária e registrada em ata de número 01/2009 de reuniões extraordinárias, o afastamento de três meses, prorrogáveis por mais três meses a partir da data da solicitação do Presidente da ANAGEA Leo Urbini, por motivos profissionais, conforme ofício número 001/09 da presidência.
Também ficou decidido na mesma reunião, que o Sr. Alexandre Robim 1º Vice Presidente assumirá o cargo de presidente enquanto perdurar o afastamento e o Sr. Fransueldo Pereira 2º Vice Presidente assume a 1ª Vice Presidência.

Data da solicitação: 18 de fevereiro de 2009.
Data da Publicação: Sorocaba 21 de abril de 2009.

Hugo D’Angelo
1º Secretario ANAGEA

João Paulo Rodrigues
Diretor de Comunicação e Imprensa ANAGEA